“É pela paz que eu não quero seguir admitindo”

Volta e meia, eu sinceramente me pergunto o porquê de tantas pessoas não poderem gozar o mínimo de paz nas suas vidas. Por quê? As pessoas, todas elas, sabem o porquê. Intuitivamente o sabem. Todas elas, bem ou mal instruídas.

Mas eu insisto e, imagine-se lá o motivo, torno a perguntar: por quê? Por que essas pessoas não podem gozar o mínimo de paz nas suas vidas? É que, na indignação, o propósito de indagar sobre as causas das injustiças não é o de querer que, naquele exato momento, alguém as explique. Trata-se apenas de manifestar sua revolta por tudo o que existe.

Um idoso de 70 anos foi espancado por soldados da PM durante a reintegração de posse em Pinheirinho. Está internado na UTI de um Hospital Municipal em São José dos Campos. Em coma.*

O Sr. Ivo Teles dos Santos é hipertenso. Sr. Ivo Teles dos Santos. Mas o nome poderia ser outro. Nomes não importam tanto. Pessoas, sim. O Sr. Ivo representa aqui todo o conjunto desses brasileiros e brasileiras que, humilhados mas sempre irresignados, mantêm no cenho as promessas enrugadas de uma democracia que nunca chegou de fato.

Somos homens sem lugar
Homens velhos com raça

À espera de algum descuido
E com cuidado gozamos paz
Somos homens bons demais
Sufocados pelo mal

Só queremos acreditar
Que isso tudo
Pode acabar**

Pois o cotidiano de nossa sociedade é assim. Tem na tristeza, na raiva e na vergonha as cores sombrias que pintam a angustiante Guernica da nossa cultura autoritária.

Danilo Vilela é estudante de Direito da Universidade Federal de Sergipe.

Referências:

* Confira em: http://coletivodar.org/2012/02/morador-do-pinheirinho-que-estava-desaparecido-foi-espancado-por-pms-esta-em-coma-na-uti/

**Trecho de “Colagem”/Composição de Cláudio Lucci

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Dialogarte, Opiniões (e só)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s